TAX FREE

Para não argentinos moradores

RESERVE AGORA

Aproveite Posada Borravino com novos benefícios para os viajantes não residentes da Argentina

Não será aplicado imposto de 21% na reserva de quartos

REQUISITOS

Necessário apresentar no momento do check-in:
  • Passaporte estrangeiro / Documento de Identidade Estrangeiro.
  • Passaporte estrangeiro / Documento de Identidade Estrangeiro.
  • Deverá efetuar o pagamento com cartão de débito ou crédito emitido no exterior ou transferência emitida por uma entidade bancária do exterior.

Caso não apresente essa informação ou cancelamento fora do prazo, será cobrado imposto de 21%.


Posada Borravino nascidos sob o conceito de criação de um lugar privilegiado de Mendoza, Chacras de Coria, um pequeno hotel rural, rodeado por arboleadas, antigas fazendas e vinhedos, com um microclima muito particular.

A pousada está localizada em uma das ruas mais antigas da cidade, acompanhado por uma alameda envelhecido eo agradável som de água corrente para baixo suas valas.

É um grande, longe do barulho e cheiro de campo, casa para as pessoas que procuram paz e contato com a natureza. Definir com todo o conforto e grande calor para fazer o passageiro se sinta como em casa. Pode desenvolver caminhadas nas chacrences ruas escuras, montado na bicicleta para chegar à praça encantadora, a antiga igreja ou pequenos bares e cafés, ou a cavalo no sopé do Monte muiy nas proximidades.

Posada Borravino tem fácil acesso às principais vinícolas de Mendoza, o centro de estradas de vinho, montanha e cidade, mas, principalmente, ter acesso à tranquilidade que só pode oferecer um lugar como Chacras de Coria.


QUARTOS

Posada Borravino tem 8 quartos, decorados individualmente num estilo acolhedor rústico.

A capacidade máxima de alojamento é de 19 pessoas, distribuídas em oito quartos simples, duplos e triplos, onde nossos confortáveis sommeliers de 1,80 por 2,00 m garantem um descanso agradável.





O segredo da felicidade nem sempre está fazendo o que você quer, mas sempre querendo o que está feito.

Leon Tolstoi